segunda-feira, 12 de junho de 2006

Pedro e Raquel

Já fui a alguns casamentos.. 7 pelo menos.. e tal como grande parte das pessoas pensa, também eu pensava que vão todos dar ao mesmo, por muitas pequenas diferenças que possam existir! Este sábado fui ao casamento do meu único irmão, o Pedro.
Mas antes de mais deixa-me contextualizar-te. O meu irmão é fruto do primeiro casamento do meu pai e viveu a vida toda com a mãe dele, em Esposende. De longe a longe estava com ele, no que eram, enquanto puto, momentos de grande excitação para mim. Digo enquanto puto porque ele é 12 anos mais velho do que eu, e como deves perceber, nessas alturas em que ele nos vinha visitar, eu ficava histérico! O meu único mano vinha ter comigo! Eu sentia na altura um fascinio enorme por ele. Bem, o tempo passou, eu cresci, e fui-me desligando um bocado desse fascinio. Também começámos a ver-nos cada vez menos. Aí começei a vê-lo como o meu irmão, não tanto como o mano.
Como deves imaginar, a próximidade nunca foi muito forte.
O casamento foi, tal como eu o esperava, aquilo que estava á espera! Um sítio lindíssimo, tudo muito bem arranjadinho, as famílias todas expectantes, uma noiva lindíssima, enfim.. tudo a correr muitíssimo bem. No entanto, já a cerimónia ia de vento em popa, com os meninos já casados, houve um momento que me marcou e vai ficar para o resto da minha vida. Depois do jantar, passaram uma apresentação em powerpoint com muitas fotografias da vida dos dois. Desde bébés, pela infância até aos tempos que correm. Passaram imensas fotografias que eu nunca tinha visto.. das familias, dos amigos.. e em algumas delas.. lá estava eu.. puto.. com um fascinio enorme por quem aparecia comigo na foto.. na altura senti-me triste.. tinha-me esquecido desses momentos.. no final da apresentação uma lágrima escorria-me pela cara.. o meu irmão casou-se.. e isso é importantíssimo! sinto que me quero aproximar muito de vocês, pedro e raquel!
Felicidades!! muitas!!!
P.S. algo me diz que já vos disse isto na pista de dança depois daqueles vodcas-limão todos..

3 comentários:

Mumia Lala disse...

Principalmente num dia como este as emoçoes veem todas ao de cim, mesmo que não seja so por o simbolismo da cerimonia...
Achei curioso a distinçao que fizeste entre "mano" e "irmao"...
Achei tambem um sentimento muito bonito aquele fascinio que tinhas por o teu mano e que o voltaste a encontrar neste dia tao especial para ele...

jinho

Missil Hil disse...

"epah...que post mais panilas!!!" mas por vezes nao e´ pelo facto de nao dizermos o que nos vai na alma que demonstramos ser mais "machos"...fazes bem em dize-lo, ainda para mais ao teu irmao, ao teu mano! Sao estas pequenas situaçoes que nos fazem aperceber o quanto as pessoas que estao ao nosso redor gostam de nos, e que por vezes nao damos o valor que deveriamos dar. Muitos parabens aos recem-casados.
Abraço grande

Patricia disse...

Olá Guilherme, concordo contigo! O casamento foi de facto fantástico. Mas... como é que eu sei? Estive lá!! E ainda dançamos lá para o fim da noite, ou já não te lembras? ;)
Soube do blog porque estava com o teu mano quando lhe enviaste sms a dizer que o tinhas criado.
Desejo-te muitas felicidades.
Beijinho
Patrícia